terça-feira, 8 de maio de 2012

DONA FELICIDADE


Eu, Pepê, Nayara e os amigos deles, Alemão e Isabela
Dona Felicidade é o nome de um restaurante famoso aqui de SP, localizado na Vila Romana, na Pompéia. Almocei lá no domingo e amei o lugar. O restaurante estava lotado e esperamos por uma mesa, por um tempão, no balcão, comendo uma maravilhosa entrada de berinjela com cerveja bock (eu adoro!) da cervejaria Baden Baden de Campos do Jordão.



Dona Felicidade e os filhos Serginho e Toninho
O nome é o da proprietária, Dona Felicidade, uma senhora portuguesa de 80 anos, muito simpática, querida por todos e que veio morar no Brasil em 1934.

No começo seu restaurante era só uma mercearia que ela e o marido, também português (chegaram aqui crianças, em navios diferentes), tocavam para cuidar dos cinco filhos.

“Na época a mercearia como todas, não servia refeições, apenas uma pequena copa para os petiscos e a cerveja sempre bem gelada, mas na hora do almoço a Dona Felicidade fazia questão do Sr. Manoel almoçar, como moravam no prédinho em cima da mercearia, era fácil, apenas alguns lances de escada e pronto ! o almoço estava servido, nos dia de maior movimento ela trazia o almoço para o marido almoçar na própria mercearia, foi aí o começo de uma era, os clientes e amigos perguntavam ao Sr. Manoel a possibilidade de fazer um “ pratinho “ para eles também, no principio foi encarado como uma brincadeira mas essa brincadeira foi tomando forma e então, cansada de subir e descer as escadas Dona Felicidade disse ao marido :- Mané, acho melhor agente descer o fogão aqui pra baixo !” Trecho extraído do site http://donafelicidade.com.br/.

A mercearia virou lanchonete, depois famoso bar na Avenida Pompéia e desde os anos 90, quando mudou para a Vila Romana, é o DONA FELICIDADE BAR & RESTAURANTE, prestigiado e com uma comida maravilhosa que me fez deixar a dieta de lado e mergulhar numa bacalhoada incrível, de lamber os beiços!

E ainda vou voltar lá para comer a sobremesa que é uma especialidade da casa, criada por Dona Felicidade e que se chama “Desmaiado”. Infelizmente não tinha mais no domingo, pois chegamos para almoçar depois das 4 da tarde.

E vou me regalar com muito mais coisas deliciosas que a gastronomia dessa cidade oferece, sem me preocupar se vou recuperar ou não os 6,5kg perdidos nos últimos dois meses.  Quando chegar em casa de volta, me preocupo com a dieta. Minha única preocupação agora é passear, comer e beber bem.

Fátima Vieira




2 comentários:

Judian disse...

Aproveite tudo amiga, você merece.

Beijos,

Judite

Judian disse...

Amiga, mereces tudo isto e muito mais...

Beijos,

Judite